Como usar vestidos e saias para trabalhar

Tem uns hábitos que crescem com a gente e a gente nem questiona, já percebeu? Tipo pão com manteiga e toddy no café da manhã. Todo mundo comia isso, eu também comia isso. E eu nem gosto de leite… (mas amo pão com manteiga).

A mesma coisa acontece no nosso guarda roupa. Crescemos usando vestidinhos rodados nas festas de criança e calça/short + camiseta pra ir pra escola. Aí a gente aprende que vestido/saia não são coisas do dia a dia e calça e blusa são pra usar todo dia sim.

Só que a gente cresce e vira essa confusão no guarda roupa. Primeiro emprego e o que a gente faz? Enche o armário com um monte de calça e blusa pra trabalhar. Tudo lindo no início até o momento que você não aguenta mais usar praticamente a mesma coisa todo dia. E é aí que a gente tem que começar a olhar pro lado e desconstruir o que nosso inconsciente coletivo construiu! Dá pra usar vestidos e saias pra trabalhar no dia a dia sim! E dá pra ser prático, estiloso e confortável!

Olha os benefícios:

1- Conforto

Dá pra escolher peças soltinhas e com tecidos molinhos pra ir trabalhar. Já experimentou a liberdade de passar 8 horas sentada sem o cós da calça te apertando? Um vestido solto faz isso e ainda parece que você está de camisola trabalhando. Ô maravilha!

2- Praticidade

Um vestido já vem pronto! Não tem que combinar com outra peça então é uma coisa a menos pra se pensar às 7:00 da manhã! Yey

3- Identidade

Pra quem trabalha em ambientes formais e se sente masculinizada ou apagada com as roupas do dia a dia, os vestidos são ótimas opções pra mostrar personalidade e manter uma imagem profissional bacana.

Os modelos mais legais pra usar em ambiente de trabalho são os mais soltos e mais compridos, da linha do joelho pra baixo. Assim você fica confortável com movimentos, escadas e tudo mais!

Vale usar as saias com camisetas, regatas, camisas, jaquetas… de acordo com a formalidade de onde você trabalha.

 

Fora que é maravilhoso ter mais ideias pra ir trabalhar todo dia, né?

 

Consultoria de Imagem – As funções das Roupas

Na Consultoria de Imagem eu costumo dizer que as roupas e acessórios são para mim como a tinta e o pincel são para um pintor: instrumentos! (Falou a artista, criativona.) Muita gente pergunta se eu curto trabalhar com moda e eu respondo: não trabalho com moda, trabalho com gente. Eu uso a moda, as roupas, os acessórios pra deixar as pessoas mais felizes, mais confiantes e mais donas de si. E mais bonitas também porque a gente é espertinha mas também é vaidosa, né?

CONSULTORIA_IMAGEM_FUNCOES_ROUPAS

Muitas vezes as pessoas subestimam a importância das roupas e questionam a importância de se pensar sobre isso. “Mas é só roupa!” “Não é muita futilidade ter alguém pra escolher o que você veste?”. Engraçado que isso sempre vem das pessoas que mais julgam os outros pela aparência. São os que dão importância pra carros, marcas, bolsas, relógios, roupas e demonstrações de valores que questionam a “futilidade” de se pensar melhor na imagem que os outros têm da gente.

Na verdade, as roupas cumprem várias funções nas nossas vidas e quando a gente faz um trabalho de Consultoria de Imagem estamos pensando sobre usar melhor as roupas para suprir nossas necessidades! São elas:

Captura de Tela 2016-08-02 às 14.33.50

Quando falamos de necessidades físicas que as roupas suprem pensamos em proteção contra o frio, vento, sol, solo e todas as coisas que nos machucariam se andássemos por aí como viemos ao mundo, pelados, pelados, nus com a mão no bolso.

Com a Consultoria de Imagem a gente trabalha aspectos de saúde, proteção e conforto. Esses aspectos são importantes na hora de escolher o melhor salto pra você ir trabalhar, se você fica sentada muito tempo a gente escolhe peças confortáveis que não vão prender sua circulação durante o dia. Trabalha exposta ao sol? Vamos pensar nisso na hora de escolher seus looks. Está tudo interligado!

Quando a cliente responde às perguntas do questionário, é pra isso (também) que eu analiso as respostas! Pra saber que as escolhas vão ser as melhores pra você fisicamente também!

Captura de Tela 2016-08-02 às 14.33.07

Quando a gente escolhe uma roupa nunca é por acaso. A gente sempre busca um conforto psicológico em cada escolha. Às vezes a intenção é se misturar e não chamar muita atenção: básico. Outras, é ser chamativa e se destacar no lugar: roupas e acessórios chamativos. A noção de pertencimento a algum lugar ou grupo de pessoas é muito baseada pelo tipo de roupa que as pessoas usam. As escolhas podem ser pra se encaixar ou sair fora de determinado grupo social. Quem nunca viu um adolescente mostrando toda sua rebeldia com escolhas controversas de estilo? É bem isso que as roupas fazem.

E é assim que as roupas cumprem o papel psicológico na nossa vida. Nos dão segurança como pessoa. Ou, quando mal escolhida, gera insegurança em algum aspecto. E não adianta fugir. A roupa SEMPRE comunica alguma coisa. Mesmo que seja que você não está nem aí pra essas coisas de moda…

Captura de Tela 2016-08-02 às 14.32.58

As funções sociais das roupas são a base de qualquer consultoria de imagem. Junto às necessidades psicológicas são os fatores que a gente nota no outro, mesmo que de forma inconsciente.

Roupas são usadas como identificação desde que o mundo é mundo. Clero, nobreza, plebeus. Cada um tinha um tipo de roupa e adornos e isso tinha um importante fator social. E apesar de divisões como essas não existirem mais, as roupas ainda categorizam as pessoas e cumprem importante fator social. Uniformes organizam membros de um grupo. Padronizam e diminuem a individualidade. Você pertence ao todo quando está de uniforme, não tem sua personalidade estampada pra que todos vejam.

Quando pensamos na função social da nossa roupa pensamos na forma que o mundo nos enxerga. É aí que nos mostramos, que damos informações para que as pessoas saibam quem somos. Cada escolha diz um pouco sobre nós. O que gostamos de fazer, com o que trabalhamos, o que valorizamos, nossas prioridades. Essa leitura é natural do ser humano e quanto mais fiel à nossa personalidade formos no nosso vestir, mais consistente será nossa imagem para o outro.

Captura de Tela 2016-08-02 às 14.32.50

Aqui entra a parte que todo mundo finge que não tem mas que é a primeira coisa que vem na cabeça na hora de escolher uma roupa. A gente tem vaidade, não é errado ter vaidade. Esse fator está ligado ao psicológico e ao social e influencia na forma que somos vistos. Alguém que não quer ser visto como tradicional, busca romper padrões estéticos de sua época e pessoas mais conservadoras costumam seguir esse mesmo padrão.

Na consultoria de imagem a gente analisa o perfil social da pessoa e mede a importância desses padrões para o conforto psicológico. Daí partimos para os acessórios e escolhas das roupas baseados na estética. Está tudo interligado para mostrar quem somos de acordo com o que vestimos. E a gente faz essa escolha todo santo dia!

CONSULTORIA_IMAGEM_FUNCOES_ROUPAS_info

Resumindo: As roupas cumprem variadas funções no nosso dia a dia e vão muito além de só enfeitar ou cobrir o nosso corpo! Entender quem a gente é e como queremos nos mostrar para o mundo é o primeiro passo pra encontrar nosso estilo e fazer escolhas certas na hora de comprar roupas!

9 Passos para construir sua marca pessoal! (Passo 2)

anapaulapedras_marketing_pessoal_2

Depois de descobrir quem você é (clica pra ler o primeiro post!) o segundo passo é identificar como as outras pessoas veem você! Afinal, a gente trabalha o nosso marketing pessoal pra impactar e influenciar a leitura que as pessoas fazem da nossa imagem e do nosso trabalho, certo?

Pra isso, a gente começa pensando no que as pessoas à nossa volta pensam sobre a gente!

Pessoalmente

Como você é visto nas relações sociais? Você é sério? Engraçado? Confiável? Desconfiado? Tá sempre atrasado ou é pontual?

Essa é a hora de lembrar do que a família e os amigos falam. Como as pessoas te enxergam no seu meio social!

 

Profissionalmente

Na área profissional é hora de pensar o que colegas de trabalho e clientes dizem e pensam sobre você. Já recebeu algum feedback? Nem sempre vão ser coisas boas mas parar pra pensar nesses pontos ajudam a identificar pontos que possam ser melhorados. O bom da vida é que a gente está sempre aprendendo e identificar os nossos erros é o primeiro passo pra corrigi-los!

 

Online

A gente já viu que hoje em dia todo mundo existe em algum lugar na internet e essa reputação online está ligada a sua reputação na vida real. Já pesquisou seu nome no google? No LinkedIn? Facebook? Você sabe o que as pessoas andam falando sobre você? Antes de qualquer planejamento e mudança a gente tem que saber com o que está lidando!

Uma marca pessoal forte vem com planejamento! Vale separar um caderninho pra ir anotando as respostas pra cada um desses passos! Faz toda a diferença! No fim da semana vem o terceiro passo! Enquanto isso já pode jogar seu nome no Google! hahahaha